Afinal a Raça importa!
Novembro 11, 2008, 12:06 am
Filed under: Em foco

pleursobaman2zi6Xenófilos, colaboracionistas da IMinvasão e demais cambada promotora do onírico paraíso multiculturalista desdobraram-se por fazer crer que a eleição de Barack Hussein Obama seria a superação de todo os preconceitos e barreiras raciais. O empenho destes no processo de desracialização dos europeus e euro descendentes tem realmente surtido efeito se atendermos ao facto de que na actual sociedade torna-se mais aceitável, e até mesmo preferível, ser apelidado de filho da puta, do que alguma vez ser apontado como racista, derradeira heresia no índex nominativo da Ditadura do Pensamento Único.

O desaparecimento da consciência racial e a gradual deterioração dos vínculos de lealdade à comunidade etnocultural a que se pertence é indubitavelmente uma realidade entre a população europeia e mesmo no seio dos euro descendentes. Contudo, essa consciência e lealdade racial estão amplamente enraizadas em todos os povos não-europeus. O multiculturalismo somente encontra terreno fértil naquilo que se designa por Ocidente. Mesmo nos EUA, decénios após o fim do segregacionismo, depois de anos de Affirmative Action e de uma fanática promoção do melting pot, os nefastos efeitos da política de desracialização somente penetrou no tecido social e mental da comunidade branca, desprovida já em grande parte do elemento que torna as culturas e povos perenes, a saber, a consciência de si, da sua diferença e singularidade, já que as restantes comunidades étnicas residentes em solo americano apresentam um vigoroso orgulho racial.

A prova disto é que o factor racial, negado veementemente pelos prosélitos do multiculturalismo, constituiu um elemento decisório na eleição do novo Presidente dos Estados Unidos da América, tal como o provam os votos de 95% dos eleitores negros, 67% dos eleitores hispânicos e 62% dos votantes de origem asiática que votaram em Barack Hussein Obama. Apenas a ingenuidade, estupidez congénita ou manifesta má-fé poderão negar a evidência de que a população negra americana votou esmagadoramente em Obama porque este é um dos seus, ou por outras palavras, a comunidade negra mobilizou-se no apoio ao recém eleito presidente tendo por base a sua vincada consciência étnica.

À guisa de conclusão, a vitória de Obama representa a vitória do factor racial, representa a vitória daqueles que possuem uma consciência comunitária, cientes estão da sua especificidade e diferenciação. Infelizmente, entre os nossos, há quem insista em maquilhar tamanha evidência, negando-a, isto é, negando a realidade, a verdade, enfim, a própria existência, e em consequência, a dos seus semelhantes.


14 comentários so far
Deixe um comentário

Portugueses e luso-descendentes nos Estados Unidos votam pelos seus “semelhantes”, ou seja qualquer candidato com um apelido português.

Comentar por AsasDoAtlântico

Aplauso!!!
Abraço K’mrd.

Comentar por Spartakus

Finalmente la raza fue determinante para escoger al nuevo presidente de los Estados Unidos. Los negros han sido los más racistas, al no permitir a los blancos hablar sobre su raza durante la campaña. Sólo Obama podía utilizar su identidad con fines electorales.

Saludos camaradas Identitarios!

Comentar por bloqueid

Camarada de BloqueID, com efeito já é bem sabido que o racismo tem sentido único e é sempre perpetrado pelos brancos. A campanha eleitoral norte-americana foi amplamente condicionada, e mesmo instrumentalizada, pelo factor étnico do candidato democrata. Os número assim o demonstram.

Um abraço aos camarada Id’s do Chile.

Comentar por arqueofuturista

Islândia pede ajuda à China para enfrentar a crise

—> Então IMBECIS, quando é que resolvem assumir aquilo que (quase) toda a gente: a maioria dos europeus vende a sua ‘alma’ em troca de negociatas de lucro fácil!

NOTA 1:
SALVAR A FACE
—> O Nacionalismo europeu é, cada vez mais, um Nacionalismo Abandalhado para papalvos: não possuem um PROJECTO DE LUTA PELA SOBREVIVÊNCIA – apenas procuram ‘salvar a face’!
—> Pois é, de facto, já há muito tempo que é óbvio que eles (vulgo Bandalhos Brancos – a maioria dos europeus) não abdicam das suas negociatas de lucro fácil:
– não pagar os necessários (e caríssimos) custos de renovação demográfica…
– curtir abundância de mão-de-obra servil…
– etc…

NOTA 2:
O Nacionalismo Abandalhado que ganhe vergonha: ASSUMAM-SE COMO CÚMPLICES!

Ponto Nº1 – Os africanos (…) e os asiáticos (…) – com a sua grande evolução demográfica – são anti-separatistas: eles pretendem ocupar e dominar novos territórios.

Ponto Nº2 – Os Bandalhos Brancos (são ‘dignos herdeiros’ das sociedades – do passado – exploradoras de escravos) são anti-separatistas: eles pretendem curtir abundância de mão-de-obra servil, etc…

Ponto Nº3 – Já há muito tempo que é perfeitamente visível que só através do SEPARATISMO é que a Identidade Étnica Europeia poderá SOBREVIVER.

Ponto Nº4 – Face a uma Inquisição Mestiça cada vez mais poderosa… os europeus anti-separatistas devem assumir-se como cúmplices do etnocídio europeu.

ANEXO:
—> COM O FIM DA REPRESSÃO dos Direitos das mulheres… os povos europeus (povos com os pés-de-barro) começaram a desmoronar-se como um castelo de cartas!… Um exemplo:
-> O estado alemão está a oferecer 25 mil euros por cada filho nascido a partir de Janeiro de 2007. No entanto, mesmo isso está a revelar-se insuficiente!
—> De facto: a ‘libertação sexual/económica’ das mulheres… fez com que elas começassem a dedicar-se a coisas mais ‘interessantes’ do que criar filhos; consequentemente, agora a sociedade vai ter que encontrar/fazer muitos mais incentivos (saúde, educação, etc) para alcançar a renovação demográfica, ou seja, conseguir alcançar a média de 2.1 filhos por mulher, ou seja, atingir um projecto de Luta pela Sobrevivência.

—> Como não pretendem pagar os (necessários) caríssimos custos de renovação demográfica, os povos com pés-de-barro… viraram uns BANDALHOS NO PLANETA: procuram infiltrar-se em qualquer lado! Um exemplo: quer importando outros povos para a Europa… quer deslocando-se para o território de outros povos…
NOTA: A INTOLERÂNCIA para com a preservação das Identidades Étnicas Autóctones… não é mais do que uma fuga para a frente dos Bandalhos (a maioria dos europeus).

Comentar por pvnamII

Viva Arqueofuturista!

Un artículo muy acertado. Al final la raza importa. Y no solo ha sido determinante para la elección de Barack HUSSEIN, sino que el votante américano sólo se a basado en el “envoltorio” de su candidato, por que básicamente (aunque el votante no lo supiera) el color del candidato es lo único que se le ha permitido votar. Es decir, salvo el color de la piel del próximo presidente de EEUU, nada sustancial cambiará en las políticas del Imperio Mundial.

Comentar por Asamblea identitaria

Estimados camaradas de AI e Es.Novopress, muchas gracias por la traducción de mi artículo y su publicación en Novopress.

Um fraterno abraço e até breve aqui ou aí!

Comentar por arqueofuturista

Tentei imaginar qual é a tese por trás de tudo o que você escreveu aqui, e sinceramente, fiquei com medo.

Comentar por alexandre

Depois de analisar profundamente este artigo, refiro aqui alguns elementos que considero essenciais. Não me apraz, devo confessar o senhor Obama, mas se os asiáticos votaram fortemente nele, onde estão os tão aclamados vínculo e consciência comunitárias dos asiáticos residentes os EUA. Se bem sei um negro é bem diferente de um asiático. E gostaria também que me referisse qual a percentagem de população branca dos EUA que votou no Sr. Obama.

A questão racial aqui não é preponderante, ou talvez o seja, não poderia deixar de ser sendo o homem um afro-americano. O problema é o sr. Obama é mais um mação-livre que defende os aclamados ideias da liberdade, sendo que esta ordem secreta sediada nos EUA prolifera o terror e o controlo dos ideias pelo mundo ocidental. Todos os presidentes dos EUA foram maçãos, este é apenas mais um com a particularidade de ser um pouco negro.

Vede http://verusveritas.blogspot.com/2009/03/messianizacao-de-obama.html

Cumprimentos cordiais
João Pimentel

Comentar por João Pimentel

E já agora, entristece-me que tenha encerrado o sítio na rede, confesso que apesar de discordar com os seus ideais, aprazia-me ler os artigos que tecia sobre a causa identitária.

Cumprimentos cordiais

João Pimentel

Comentar por João Pimentel

O Obama há-de continuar a ser controlado pela Maçonaria cujos grão-mestres por certo são euro descendentes

Comentar por João Pimentel

Vocês são simplesmente mentes adoecidas. Mentes que não conseguem encontrar a verdadeira felicidade, autonomia e espaço e por isso, precisam se “unir” em pról da separação da raça humana. Emocionalmente, um atentado a vida.

Não há nada que vocês queiram fazer, não há nada que vá mudar, brancos são uma evolução estética das origens africanas ao longo dos anos e isso nunca vai mudar.

Os Negros nunca deixaram de desejar a mulher parda-ate-branca em maior escala.

Vocês podem julgar os negros e mestiços o quanto quiserem, nada irá mudar. Se precisarmos, vamos ter que nos matar uns aos outros até que sobre apenas aqueles que concordam que raça humana está muito acima de cor, etnia e qualquer coisa.

Eu apóio brancos que queiram apenas reproduzir com brancos, até porque, isso cria mais brancos e portanto, mais gente esteticamente bonita pra formar mais gente bonita em todas as raças e qualquer coisa.

MAS SINTO ÓDIO, RAIVA E NOJO DE QUALQUER SEPARATISTA.

Vocês são um atentado a vida-humana.
Esses grupos chamados “White-Pride, Blood and Honour” e etc, se não cairem na real, irão ir pro seu verdadeiro lugar.

Comentar por BlackOrigins

o dia que os movimentos negros de orgulho “racial´´ forem extintos, te garanto que os white-pride deixaram de existir também.

Comentar por caio

jean françois copé denuncia racismo anti- blanco en francia

Comentar por gabacholandia




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: