Uma lei para os alógenos, outra para nós!
Outubro 4, 2008, 11:18 pm
Filed under: Em foco

No dia em que três «jovens» (eufemismo da novilíngua empregue pelos formadores de opinião para se referirem a elementos pertencentes às comunidades alógenas radicadas em solo nacional), assaltam e violam uma mulher, por sinal portuguesa, entenda-se, branca, soube pelos ditos meios de comunicação social que em Monsanto (novamente) várias pessoas foram condenadas a penas de prisão efectiva, outras a penas suspensas, por diversos ilícitos, entre os quais pesa a condenação por discriminação racial.

Não obstante alguns considerandos pessoais que por ora não merecem menção, não posso deixar de ficar indignado por saber que um colectivo de juizes condena pessoas por discriminação racial, com base em conversas mantidas na internet, assim como pelo facto de algumas dessas pessoas terem-se deslocado a uma determinada localidade do território nacional, onde a população portuguesa, a nossa, sofria agressões e ameaças de violência por parte de membros da comunidade cigana, aquela mesma comunidade que uma jornalista refere na última edição do jornal “Expresso”, a propósito da presença de imagens de sapos à porta de estabelecimentos comerciais, algo que, escreve a jornalista, poderia justificar o insurgir violento dos membros da comunidade supra referida.

Se como venho dizendo em Portugal a liberdade de expressão existe mas somente para as opiniões permitidas, não restam dúvidas de que a isso acresce a existência de uma lei para eles (os outros) e outra para nós, portugueses de raiz.


14 comentários so far
Deixe um comentário

EMISSÃO ESPECIAL DA VNS JÁ ONLINE!
LIBERDADE PARA OS PRESOS POLÍTICOS!

http://voznacionalsocialista.blogspot.com/

Comentar por VNS RÁDIO

Nem mais, K’mrd.
Há que repensar atentamente a situação.
Encontrar plataformas de entendimento, diálogo, cooperação e, em união, procurar encontrar formas de, pelo menos resistir com maior eficácia e unidade.
Abraço,

Comentar por Spartakus

—> Não faz sentido andar a perder tempo em discussões com Bandalhos da Pior Espécie… há é que LUTAR PELA SOBREVIVÊNCIA..

Nota:
BANDALHOS DA PIOR ESPÉCIE:
-> Não pretendem pagar os necessários (e caríssimos) Custos de Renovação Demográfica…
-> Criticam a repressão do Direitos das mulheres… e em simultâneo… pretendem aproveitar a ‘boa produção demográfica’ dos Islâmicos com o objectivo de resolver o seu problema demográfico.
-> Para cúmulo, tem a arrogância/desplante de quererem dar lições de moral!!!

Comentar por pvnamII

As condenações de Monsanto são uma aberração e a prova que me faltava para declarar que só há uma saída para derrotar este sistema demencial em que vivemos. A luta mais brutal, mais desapiedada que nos for possível. A bem, pelas urnas, pelo diálogo nunca lá chegaremos (vide caso Philippe Vardon), há que prepararmo-nos para a guerra total. Recuso-me a morrer como um escravo na minha própria terra,morrerei como um guerreiro como os meus antepassados NUNCA como um carneiro!!! é por esta minha raiva incontida que me tenho afastado praticamente de tudo e de todos nos últimos tempos, já não acredito na luta de nenhuma organização, só ainda tenho fé no poder do fogo e do aço, nada mais!Não pretendo com isso dizer que devam desaparecer as organizações existentes, digo apenas que a um nível puramente pessoal, não acredito que essa luta vá alterar o que quer que seja, RIGOROSAMENTE NADA!!!! o sistema está a destruir tudo o que para nós é sagrado a um ritmo cada vez mais avassalador, e nós continuamos a comportarmo-nos como se ainda vivessemos num mundo em que a nossa etnia e cultura fossem prevalecentes. Tudo está a ruir à nossa volta, ou reagimos agora ou mais vale desaparecer de vez do palco da História, se não reagirmos merecemos obviamente a subjugação e a aniquilação que preparam para nós. Perdoem este longo desabafo de um “vencido da vida”.

Comentar por Rui Paulino

Rui Paulino, não faz sentido entrar em diálogo com Bandalhos da Pior Espécie… há é que
lutar pela Sobrevivência… isto é, há que ‘contar espingardas’, ou seja: há que fazer uma campanha no sentido de mobilizar aquela minoria de europeus que está disponível para abraçar um projecto de Luta pela Sobrevivência.

Comentar por pvnamII

Entendo o teu desabafo caro amigo, contudo, a realidade não nos permite enveredar, de momento, por qualquer outra via que não a da legalidade imposta pelo regime. Sabemos há muito que o que é legal por vezes não é legítimo, e o que é legítimo por vezes não é legal, porém, a nossa presente situação (de absoluta fraqueza) não permite que possamos combater o regime por outras formas, nem isso seria devidamente entendido por aqueles que procuramos defender.
Mais, reagir de forma intempestiva seria «a cereja em cima do bolo» para o sistema, logo, não se lhe pode dar essa satisfação e justificação para arruinar de uma assentada aquilo que sob diversas formas se procura construir.
A hora é de luta e a luta só se faz com a devida destreza mental que nos garanta ultrapassar este período nefasto da história pátria.

Um grande e forte abraço.

Comentar por arqueofuturista

Caros camaradas, é nítido que se o sistema se atreve a perpetrar injustiças destas mesmo nas barbas do Povo, entende-se que, além de confiarem no marasmo passivo da população, estão, por outro lado, a mostrar a irritação que esconde o desespero da súcia perante o Nacionalismo – a intenção é intimidar os Nacionalistas política e, atenção, democraticamente organizados, porque o objectivo é inequivocamente atingir o PNR. Porque percebem que o PNR está para durar, que trabalha, que avança, que segue na esteira do Nacionalismo a nível europeu, e é precisamente isto que mais medo mete à escumalha, que se constitua uma «internacional» do Nacionalismo.

Assusta-os, muito profundamente, que, mesmo tendo na mão os mé(r)dia, mesmo tendo todo o poder que podem ter, mesmo assim não conseguem impedir o crescimento das fileiras nacionalistas, limitando-se quando muito a retardá-lo. Isto demonstra claramente que aquilo de que têm mais medo não é da acção violenta, mas sim da acção política democrática, pacífica. É por isso que mais gritam, e o grito da escumalha é para nós um bom guia – onde quer que a súcia grite, aí foi o tiro certeiro, é só continuar a disparar na mesma direcção até espirrar sangue a rodos. Sangue a rodos politicamente falando, bem entendido.

Comentar por Caturo

Abram os olhos:
—> É inadmissível o discurso choramingas/infantil adoptado pelos Nacionalistas (e não só…): é PATÉTICO andar por aí a proclamar «A, B, C, etc são mais mauzões do que aquilo que nós estávamos à espera…».
—> Só há um caminho a seguir: procurar uma Estratégia de Luta pela Sobrevivência, e depois: ou se Sobrevive… ou não se Sobrevive…

Comentar por pvnamII

Agora é o cartaz do PNR…

Comentar por Spartakus

Eu pensava que aquela gente eram delinquentes comuns, acusados de posse ilegal de armas, tráfico de droga, agressão, tentativas de homicidio e também de discriminação racial.
Parece que estou enganado, afinal eles são distintos nacionalistas, portugueses do mais alto gabarito e foram condenados apenas por delito de opinião. Não é a isto que a Amnistia Internacional chama de prisioneiros de consciência?
Obrigado pelo esclarecimento.

Comentar por Rasputine

Rasputine, não percebi se estavas a ironizar, se assim for, aconselho-te a aprimorares melhor a arte da ironia, porque para ser franco estás a anos luz do aceitável.

Quanto aos teus comentários, enfim, acho que fiu claro naquilo que escrevi, alemnto a tua medicre capacidade de interpretação. Se a ti não te incomoda que alguém seja condenado, além de outras coisas que para aqui não interessam, por um pretenso crime de discriminação racial, cujas provas expostas em tribunal consistem em declarações em fóruns e pela presença numa determinada terra portuguesa para dar apoio à população alvo de agressões por partede alógenos, a mim incomoda, porque nas costas dos outros vejo as minhas.

Esclarecido?

Comentar por arqueofuturista

«…por um pretenso crime de discriminação racial…»

—> Pois é, os Bandalhos (vulgo Bandalhos Brancos) não são de confiança… eles fazem ‘tudo e mais alguma coisa’ com o objectivo de branquear a suas Negociatas de Lucro Fácil:
– não pagar os necessários – e caríssimos – custos de renovação demográfica…
– curtir abundância de mão-de-obra servil…
– dívidas para, quem vier a seguir, pagar…
– etc

Comentar por pvnamII

Já tentei deixar aí uma mensagem ao senhor João Martins, devido a um ou mais insultos que para aí fizeram em meu nome, e eu só queria dizer, que não fiz nenhum comentário, que nunca tive este endereço, e não é a minha postura no mundo, andar por aí a insultar ninguém. Nunca o fiz, nem vou fazer.

Só isto, agora se quizerem ou não acreditar, não posso fazer nada, no entanto poderei deixar, se assim quizerem, nomes de pessoas que me conhecem bem e que sabem que eu seria incapaz de insultar ninguém, muito menos o sr. João martins, que além de nem sequer conhecer nem saber quem é, não tinha nenhuma razão nenhuma para o fazer.
Boa tarde
Rui Barandas

Comentar por Rui Barandas

Caro Rui Barandas, como reparou o artigo em que respondi a um escroque que se fez passar pelo senhor já foi apagado. Enviei-lhe um mail entretanto.

Pelas visitas que tenho tinho ultimamente no blog, suspeito de onde tenha partido este engodo, que claramente visava meter-nos um contra o outro. Enganou-se pois então quem assim julgava, porque não fez mais que aproximar duas pessoas que até ao momento não se conheciam. Como sempre a mentira não dura muito tempo e quem assim actua, apenas o faz por recear ficar cada vez mais isolado, prova disso foi esta vergonhosa usurpação da identidade do senhor Rui Barandas.

Se quiser o meu contacto pessoal, pode pedí-lo ao Nonas, por exemplo.

Um abraço e o meu pedido de desculpas público e penitencio-me por ter-me deixado enganar pelo(s) rele(s) caluniador.

Um abraço.

Comentar por arqueofuturista




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: