A luta, essência da nossa cultura
Setembro 21, 2008, 11:40 am
Filed under: Em foco
Reconhecer que o pensamento europeu está profundamente impregnada da ideia de luta. E que este mecanismo de oposição, que é definido por uma escolha, uma opção, uma decisão conjunta – boa ou má opção – constitui a essência da nossa cultura.
É esta cultura que o filósofo-delinquente honra. Ressuscitando-a.

Derramar o sangue no corpo de uma Europa inanimada, pálida, exangue, persuadida da sua incapacidade para lutar, convicta de que a “vitória” é sinónimo de “monstruoso”, “ruim”, “criminoso”.

Voltemos, então, a elogiar a vontade de vencer, a coragem para conquistar. Seja qual for o resultado. A vida, a morte. A consciência, o inconsciente. O conforto ou o risco.

(…) O Fight Club também está presente, a desfloração mental do indivíduo. (…) O Fight Club, por via do derramamento de sangue, puxa a cortina do teatro da vida. Apertum Theatrum mundi. Revelar as aparências. Revelar o ser.

Raphaël et Olivier Saint-Vincent in Manifeste du philosophe-voyou, Editions de L’Harmattan


6 comentários so far
Deixe um comentário

—> Povos com pés-de-barro: povos que NUNCA conseguiram construir uma sociedade sustentável (ou seja, uma sociedade dotada da capacidade de renovação demográfica) sem ser à custa da repressão dos direitos das mulheres (mulheres tratadas com úteros ambulantes).
—> Os Povos com pés-de-barro viraram uns BANDALHOS NO PLANETA: procuram infiltrar-se no seio de outros povos [pretendem infiltrar-se em qualquer lado]: quer importando outros povos para a Europa… quer deslocando-se para o território de outros povos……

—> Não sejam um bando de imbecis! Ou seja: não percam tempo com BANDALHOS (vulgo Bandalhos Brancos: a maioria dos europeus)!

—> Há que mobilizar aquela minoria de europeus que está disponível para abraçar um projecto de Luta pela Sobrevivência! Ou seja:
-> Contra a (cada vez mais poderosa) Inquisição Mestiça;
-> [antes que seja tarde demais] É urgente reivindicar o legítimo Direito ao Separatismo….

Comentar por pvnamII

http://voznacionalsocialista.blogspot.com/

PROGRAMA DE SETEMBRO JÁ ONLINE!!!!

Comentar por VNS RÁDIO

O ” arrastão “. Agora, Alhos Vedros, pois.
Abraço.

Comentar por pintoribeiro

Exacto. Es ahora más necesario que nunca evocar el espíritu guerrero, conquistador y civilizador del europeo ¡para reconquistar su patria, Europa!

Europa no puede permitirse ni cincuenta años más de cristianismo y debe ceder el protagonismo a aquellos que plantean una alternativa radical al mundo moderno inaugurado por esta religión ahora ya secularizada. Por otro lado, no hay más que dos opciones: abandono del cristianismo y de todos sus herejías modernas, lo cual supone a su vez el abandono de la civilización e ideología occidental, o sucumbir ante los invasores afroasiáticos y americanos.

Estas palabras de nuestro Nietzsche, en Así habló Zaratustra, expresan muy bien la idea de lucha que nos debe inspirar:
“La guerra y el valor han hecho más cosas grandes que el amor al prójimo. No vuestra compasión, sino vuestra valentía es la que ha salvado hasta ahora a quienes se hallaban en peligro”.

Comentar por León Riente

Agradável surpresa a participação de um camarada identitário do outro lado da fronteira, mas tão próximo pela consaguinedade que nos une.
Acresce a isso o facto de ser um nietzscheano, o que só garante mais solidez entre os autores dos dois blogues.

Um abraço e saudações identitárias.

PS/ Parabéns pelo trabalho no blog, a continuar.

Comentar por arqueofuturista

abandono del cristianismo y de todos sus herejías modernas, lo cual supone a su vez el abandono de la civilización e ideología occidental

Sem dúvida que o Cristianismo e seus derivados (Esquerda, politicamente correcto, universalismo em geral) constituem a própria raiz do veneno que assassina a Europa, mas o Ocidente não é o judaico-cristianismo. O verdadeiro Ocidente é a Liberdade, o conhecimento, o progresso tecnológico, a vontade constante de subir mais e mais e ultrapassar todos os obstáculos, curar as doenças e tocar as estrelas, tudo isto é herdado da verdadeira raiz do Ocidente – a civilização clássica, greco-romana.

Comentar por Caturo




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: