Uma forma de estar
Junho 12, 2008, 10:32 pm
Filed under: Resistência & Reconquista


2 comentários so far
Deixe um comentário

Anda aqui um anónimo (quer dizer, ele julga que está anónimo, o otário) com o IP 195.23.167.25, a escrever umas parvoíces próprias de um subnormal. Já teve uma resposta adequada ao nível dele num postal anterior, mas o escroque voltou a esboçar sinais da podridão humana que é, desta feita com uma ameaça patética. Pois bem fica sabendo meu menino que quando tiveres coragem de me dizer isso frente a frente, olhos nos olhos, então aí sim, demonstras ser alguma coisa, até lá, enfim, não tens crédito, és lixo, desperdício de tempo, aliás, como sempre foste e nunca deixarás de ser. Tchauzinho meu javardo.

Comentar por arqueofuturista

Eles ladram rasteiros, traiçoeiros, paneleiros…
A verticalidade assusta-os causa-lhes vertigem, não conhecem outra perspectiva do que olhar de baixo, salivando a raiva, procurando contagiar gente sã.
Não ignoramos os vermes, desprezamo-los.

Comentar por Legionário




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: