Para que conste
Maio 25, 2008, 9:29 pm
Filed under: Em foco, IMinvasão

Na passada quarta-feira, dia 21, ocorreu um homícidio no Bairro Alto, Lisboa, nomeadamente de um “jovem” (eufemismo empregue pelos meios de comunicação para designarem os membros das chamadas minorias envolvidos em actos criminosos), o qual, segundo essa mesma comunicação social, foi abatido a tiro por um rival do negócio da droga.

Ora, não deixa de ser estranho que os meios de comunicação não tenham feito capa de jornais ou abertura de telejornais com este sucedido, ou que a nossa classe política, da direita à esquerda, não tenha sequer balbuciado o menor comentário de rechaço ou sequer apreensão, ao fim ao cabo atente-se, o crime é violento, envolve armas de fogo e alegadamente tratou-se de um ajuste de contas entre traficantes de estupefacientes.

Bom, sejamos claros, a população pode dormir descansada, os noctívagos podem continuar a frequentar o Bairro alto, os níveis de criminalidade baixaram em Portugal de acordo com os recentes relatórios da Administração Interna, e acima de tudo, isto nada tem a ver com skinheads nazi-racistas, nem verão os jornalistas e habituais ccomentadores a produzirem reportagens alarmistas e delirantes artigos sobre julgamentos para os lados de Monsanto, afinal de contas, convenhamos, tratou-se somente de mais um caso derivado do submundo ligado às drogas e aos gangues africanos. Boa noite e sonhos cor-de-rosa.



Auto explanatório
Maio 25, 2008, 1:23 pm
Filed under: Em foco, Europa, IMinvasão, Resistência & Reconquista