As raças não existem…
Março 20, 2008, 11:55 pm
Filed under: Em foco

É amplamente consabido que as raças não existem, mas o Supremo Tribunal dos Estados Unidos acaba de anular a condenação à morte de um assassino de raça-negra-que-não-existe, com o pretexto de que todos os membros do júri eram de raça-branca-que-não-existe.

Allen Snyder, que havia assassinado o companheiro da mulher da qual se tinha separado, viu a sua condenação anulada pelo facto de ser de raça-negra-que-não-existe e o júri que o condenou ser composto por pessoas de raça-branca-que-não-existe, o que terá influenciado o resultado..

No próximo julgamento, sugiro que jurados sejam todos de raça-negra-que-não-existe, de forma a demonstrar que o homem havia sido condenado com base em preconceitos raciais de um grupo de jurados de raça-branca-que-não-existe, porque como é sabido as raças-não-existem, logo não se pode condenar alguém desde pressupostos raciais porque é do conhecimento público que-as-raças-não-existem.

No entanto, e tendo por base o axiomático postulado de que as raças-não-existem, fico sempre com a dúvida se eventualmente se poderá condenar alguém por racismo, isto é, pela prática da discriminação racial, se está provado que as-raças-não-existem?!