Uma nova revista…
Novembro 27, 2007, 12:14 pm
Filed under: Em foco

Estará brevemente presente nas bancas de jornais e revistas uma nova publicação com o expressivo título, todo um manifesto, Euro. No seu primeiro número esta publicação dedicada às mulheres de origem europeia irá contar com diversas rubricas, entre as quais se destacam, a título de exemplo, estes dois artigos «Quando começa a consciência branca?», «O que leva o homem europeu à poligamia?», entre tantos assuntos que mostram ao Mundo o melhor que a Europa tem para oferecer. Enfim, uma publicação mensal, pensada na beleza da mulher europeia.

Pois é, antes que alguns internautas comecem a vociferar impropérios contra a minha pessoa por alegadamente publicitar uma revista execrável pelo seu inerente carácter racista e discriminatório, a qual deverá ser imediatamente arrestada por determinação judicial, permitam-me confessar que o acima escrito se trata de uma brincadeira, mas, contudo, de uma brincadeira muito próxima da realidade. Num simples exercício peço somente aos leitores deste blog que releiam a parte deste artigo referente à citada publicação e que as palavras Euro, europeia, branca, europeu, Europa, sejam substituídas por Afro, africana, negra, africano, África respectivamente, para assim ficarem com a versão definitiva e real daquela que será dentro em breve a mais recente publicação nos escaparates.

Aposto que aqueles que se preparavam para lançar invectivas contra mim, estarão neste preciso momento a ruminar respostas sociológicas e culturais para assim justificarem a existência de tal revista.

Pela minha parte apenas constato que o surgimento desta publicação não vem senão confirmar aquilo que temos vindo a alertar e denunciar desde sempre; toda a sociedade tornada multirracial acaba por naturalmente conduzir à afirmação identitária dos seus elementos, sejam os alógenos ou os autóctones, e por conseguinte, ao conflito pela hegemonia, ao confronto, para absoluto descrédito dos prosélitos da mestiçofilia.

A propósito, espreitem aqui o anúncio de publicidade a essa nova revista intitulada Afro.


7 comentários so far
Deixe um comentário

Fijate enprimer lugar que las negritas de “afro” son más leche que café, lo que demuestra que los negritos de mayores, quisieran ser blancos. En segundo lugar, autoetnofobia aparte, llegará un momento en que el caos en las ciudades (pregunta en Francia) será de tal calibre, que comenzaremos a vivir en gettos, identitarios, eso sí, pues cada oveja con su pareja y cuando el asunto se ponga negro, nadie en su sano juicio se preguntará si estar con los suyos es políticamnete correcto o no. Espero que la aparición de estas revistas indique que la gente empieza a no creer la propaganda del sistema. A ver si es verdad…

Comentar por Anónimo

Bah! Vocês na Europa estão ainda na penumbra, cá no Brasil já existe há alguns anos uma revista “black power”, feita por negros que não hesitam em taxar qualquer branco de racista e processá-lo por qualquer deslize linguístico, por ironia o nome da revista é:”Raça”.Se preparem, é só o começo.

Comentar por Aldo Friederiksen

Também já falamos da Afro.
Isto vai francamente mal.
Bom post. Atento.

Comentar por Bernardo Kolbl

É verdade, e ainda há quem tenha dúvidas sobre o facto de nós estarmos a ser colonizados pelo pior que há….
Os povos brancos têm que dizer, BASTA!

Comentar por Miazuria

Sinceramente, não é bom, que esta gente tenha este tipo de revistas?
Não será mais produtivo se essa gente tiver orgulho em ser o que é?
É que assim, a meu ver, mais depressa voltam a África!

O pior é quando querem ser Portugueses.

Comentar por D. Sebastião II

OMD…e não é que é mesmo verdade?…mas então, onde é que começa a liberdade de uns e acaba a de outros?…porque é que, caso a 1ª parte da noticia do Arqueo fosse verdade, estariamos logo perante uma afronta étnica aos olhos dos diminuidos, e esta revista Afro passa assim incólume?…Não é que já não haja revistas, dentro do meio Africano, mas agora “consciência negra”?…nem quero pensar o que seria se, em vez, fosse Consciência Branca.
Uma vez, um negro disse na televisão:”Africa já é nossa, a Europa também será”…ao ver esta revista digo…e assim, devagarinho, se faz a dita conquista.

Irá a revista vingar sem uma ordem judicial?…claro que sim…afinal racismo é só da parte dos brancos, ou não sabiam?????

Comentar por Shivafaa

D. Sebastião II e porque haveriam de o fazer se estão a um passo de conquistar a terra prometida que idealizaram.

Comentar por Silvério




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: