11 Novembro 1918
Novembro 11, 2007, 11:01 am
Filed under: Europa

11 Novembro 1918. Fim da Primeira Guerra Mundial, mas que foi também e acima de tudo uma Grande Guerra Civil Europeia. O chauvinismo, as reivindicações irredentistas dos povos, a manipulação de ódios adormecidos há muito, conduziram a um conflito sem precedente até à época. Milhões foram os europeus que perderam a vida numa guerra que deveria acabar com todas a guerras no velho continente.
              
           (Soldados alemães ajudam soldado francês a libertar-se do lodo)

Recordemos os soldados de todas as nações que estão sepultados nos campos de honra (mais de 10 mil foram os militares portugueses que encontraram a sua última morada nos verdes campos da França e Bélgica), bem como aqueles que conseguiram sobreviver ao furor dos combates.


12 comentários so far
Deixe um comentário

¿Habeis comparado alguna vez el diktat de Versalles del 18 con la paz de Viena de 1815?

Comentar por Pepin

Só na batalha de La Lys, na actual Bélgica, fala-se em mais de 7000 mortos, num total de 10 000 a 15 000 mortos durante o conflito.

Comentar por Anónimo

Estimado Pepin, infelizmente não me dediquei ainda a fazer esse exercício comparativo. Embora ambos os tratados tivessem por finalidade redesenhar o mapa da Europa, não existem dúvidas sobre a tremenda injustiça que constituiu o Tratado de Versalles, não apenas pela humilhação inflingida à Alemanha a diversos níveis, mas particularmente pela criação de estados fictícios que 70 anos mais tarde vieram a implodir e a separarem-se com muito sangue derramado.

Comentar por arqueofuturista

Anónimo, tem razão, emenda feita.

Comentar por arqueofuturista

Apreciado arqueofuturista, la comparación viene al hecho de que tras las guerras napoleónicas y haber arrasado Francia media Europa, las potencias se reunieron para restaurar el orden en Europa con el concurso de Francia, pero no como vencida si no como parte integrante (nada de culpa, ni de ajustes duros de fronteras , ni de compensaciones economicas…) del orden Europeo… la paz general duró muchos años. ¿que fue Versalles? La venganza ruin francesa, el egoismo comercial inglés, la estulticia americana, y otros intereses (con estrellas de 6 puntas) por detrás sin ser notadas.
Sugiero lectura de “la historia de los vencidos” de J. Bochaca (lo podeis bajar en aaargh) pues tiene un extenso capítulo a ese respecto. Apreciaría comentarios.
Saludos

Comentar por pepin

Estimado amigo Pepin, a Europa resultante do congreso de Viena de 1815 não foi mais que uma tentativa vã de restaurar a velha Europa dos Impérios. A França não viu o seu território amputado, é certo, mas foi obrigada ao pagamento de indemnizações (se as pagou é outra história), contudo, tal não feriu o orgulho do povo francês que procurava acima de tudo alguma paz e estabilidade nunca alcançada desde 1789. O Revanchismo francês no tratado de Versalles tem origem não neste congresso de Viena, mas sim na derrota na guerra Franco-Prussiana de 1870-71, tendo perdido a Alsácia e sido obrigada a pagar elevadas compensações económicas.

Comentar por arqueofuturista

De acuerdo contigo,amigo Arqueofuturista,pero convendrás en que en 1815 los pueblos de Europa tenian sobrados motivos de revanchismo respecto a Francia, y la paz de Viena, efectivamente fue un´vano itento de echar el reloj atrás,pero para todo lo que organizó, Francia salió muy bien parada.Tras la guerra Franco- Prusiana, a la cual tampoco había tratado tan mal Bismark, Francia tuvo un solo pensamiento: la revancha. (una neurosis nacional?)
Te recuerdo q las compensaciones económicas se pagaron en un plazo brevisimo.
En resumen, Versalles fue un pésimo tratado dictado por egoistas malintencionados (y malinfluidos?)quesignificó el comienzo de ladecadencia europea.

Comentar por Pepin

Uma triste guerra, sem dúvida… mas, pelo menos, o final foi positivo, já que deitou abaixo os impérios e fortaleceu os Nacionalismos e as Democracias.

Comentar por Caturo

Prezado Pepin, o que escreves é absolutamente correcto e acrescente-se que esse sentimento tão bem exprimido pelos franceses com o termo revanche tem sido o grande problema da nossa querida Europa, merglhada em ódios pequeno-nacionalistas e de vistas curtas.

Comentar por arqueofuturista

Camarada Caturo, infelizmente a guerra de 14-18 não favorecu os nacionalismos e a democracia na medida em que os nacionalismos foram não poucas vezes manipulados para gerir sentimentos de ódio para com o outro e prova disso está bem patente em inúmeros episódios da II Guerra Mundial. Já as democracias resultantes da I Guerra Mundial e desse segundo grande conflito podemos dizer que foram e são na maior parte simulacros do que é a verdadeira democracia.

Comentar por arqueofuturista

“mas particularmente pela criação de estados fictícios que 70 anos mais tarde vieram a implodir e a separarem-se com muito sangue derramado.”
Arqueofuturista, crio que te referes á Jugoslavia. Gostaria só que atentasses que na altura a Jugoslávia não era um Estado fictício pois os Jugoslavos Cristãos acreditavam piament no pan-Eslavismo. Vieram depois a descobrir que a sua identidade étnica era muito mais importante que a sua sde de poder.

Sim Pepin, também eu penso que a segunda Guerra Mundial seria evitada não fosse pela sede de vingança Francesa. Bem obsrvado.

E sim, o Caturo tem razão, pelo menos a primeira, ao contrário da segunda guerra, teve consequências largamente positivas.

Vim aqui apenas para dizer que é importantíssimo não esquecer a História. Bom trabalho Arqueofuturista!

Comentar por D. Sebastião II




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: