A erosão cultural das identidades na Europa – parte 4
Janeiro 19, 2007, 11:29 pm
Filed under: Europa

Ler:

Parte I

Parte II

Parte III 

E a Europa? 

  Esta deverá construir-se numa estrutura que garanta a coesão económica social e política. A filosofia de acção orientar-se-á pelo registo da unidade em torno dos valores comuns dos europeus e contra os  inimigos que pretendem, de diferentes formas, destruir-nos. O modelo político da unidade Europeia poderá variar entre esquemas mais soberanistas (intergovernamental), de índole confederal, (união de estados soberanos) ou federal (federalismo).

  Em qualquer dos casos a união consagrará a igualdade entre todos os povos Europeus, irmãos na cultura e na herança comum. Na sua rica pluralidade as culturas europeias não revelam antagonimos entre si, antes apresentam uma salutar e funcional complementaridade.  Conforme esta perspectiva o conflito na ex-Jugoslávia foi uma tragédia, só serviu interesses obscuros, enfraquecendo o flanco leste e sul do continente europeu. Promover conflitos entre nações Europeias apenas beneficia os inimigos de ontem e de hoje do nosso continente.  As comunidades orgânicas, munidas das suas liberdades concretas, equilibrio entre os direitos individuais, (liberdade de pensamento, de expressao) e os direitos colectivos ao trabalho, seguranca e paz social, opõem-se  ao propagandeado discurso de defesa dos “direitos do homem”, a nova religião secular, totalitária, negadora dos direitos dos povos. Lembrando Ortega e Gasset, o ser humano só existe quando enquadrado nas suas circunstâncias históricas. A humanidade como entidade abstracta é pura ficção. É injusto conceder os mesmos direitos à vítima e ao agressor; premiar e recompensar da mesma forma o desonesto e o honesto! Ou seja, na melhor das interpretações, os chamados “direitos humanos” a serem aplicados, terão sempre que levar em consideração os particularismos sociais e económicos, assim como as realidades concretas etno-culturais de cada povo. Resumindo:a filosofia dos direitos do homem deverá obrigar-se a respeitar o momento histórico e a identidade dos povos. O indivíduo só atinge a plenitude das suas capacidades quando inserido e articulado com os interesses e o bem comum da sua comunidade.


4 comentários so far
Deixe um comentário

Concordo plenamente. Uma Europa fragmentada em estados nacionais já não será capaz de enfrentar estes desafios.

Comentar por António Marcelo

Caro António Marcelo, somente a cegueira de alguns “nacionalistas” vistas curtas, amarrados a vetustos dogmas e a anacrónicos ódios intra-europeus é que não compreendem a necessidade da construção de um Bloco Eurosiberiano capaz de superar os desafios que se nos deparam a todos os Estados Europeus.

Comentar por arqueofuturista

A necessidade do “Bloco Eurosiberiano” é um conceito de Império que me parece interessante, e talvez imprescindível num futuro de enfrentamentos com a América ou a China.
Porém, creio que, para não passarmos da “americain way of life” para a “russian way of life” (ou “germany” ou “french” ou …) deveremos, prioritariamente, assegurar a nossa identidade como Nação !
Estamos de acordo ?

Comentar por Antonio Lugano

Exactamente!

Estou de acordo consigo, não pretendo substituir um domínio por outro.

A minha ideia da Europa assenta em dois conceitos fundamentais:
autodeterminação de todos os povos Europeus, organizados em geometria política de modelo confederalista, iguais e soberanas; princípio da subsidariedade, no plano administrativo, e solidariedade fundada em valores comuns.

Receba as minhas melhores saudações,

Miguel Angelo Jardim

Comentar por Miazuria




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: