Ignorância ou estupidez? Etno-masoquismo!
Dezembro 10, 2006, 11:28 am
Filed under: Em foco

« África está esgotada por todas as crianças que nascem sem que os seus pais tenham os meios para as alimentar. Não sou o único a dizê-lo. Seria necessário esterilizar metade do planeta. » 

O canal de televisão francês France-2 exige que o apresentador Pascal Sevran se retrate publicamente, apresentando desculpas pelas palavras acima citadas, já que considera as mesmas de carácter racista!    

Globalmente o jornalismo carece de profissionais sérios, pecando pela ora  pela ignorância, ora pela parcialidade, mas percebe-se também que, atolados na auto-flagelação étnica, estes profissionais da comunicação sofrem igualmente da incapacidade de interpretação, ou em alternativa, formatados estão desde a escolinha primária, tudo o que toca a África e que não mencione que os africanos são excelentes maratonistas, que dançam até à exaustão e… de momento não me ocorre mais nada sobre as qualidades dos africanos, dizia, tudo isso lhes cheira a racismo. 

Sempre ouvi dizer que a estupidez ignora-se e que a ignorância se combate, mas confundir racismo com eugenismo, com esterilização compulsiva, com controlo populacional, ou até mesmo desconhecer quem foi Thomas Malthus, enfim, deixa-me na dúvida se estamos perante um efectivo caso de estupidez ou de acentuada ignorância.


8 comentários so far
Deixe um comentário

No,mi amigo, no es que no haya periodistas, es que EL QUE PAGA MANDA, y si alguno se le ocurriera escribir en contra de lalinea editorial o bien decir algo “enojoso”, entonces, ya se podría buscar otro trabajo… Dicho de otra manera¿en manos de quien está laprensa? Pues de los “amos” y sus aliados!!! Y ninguno de ellos nos va a defender como comunidad, pero tranquilos,que cuando China se convierta (del todo) en un gigante, ya les dará igual que en Europa seamos blancos, mulatos, mestizos, azules (como los pitufos) o verdes, pues el negocio ya no estará aquí. Por cierto que el segundo de a bordo de “elpais” (tambien conocido como “pravda”), organo oficial de la progresía bienpensante en España (creo q antes se llamaba así), J.L. Cebrián, pertenece al “club bildelberg” y el accionita principal de “l´humanite” ,organo del PCF, es Rotschild!!!!!!!! O sea, prensa libre….

Comentar por Pepin

Mais palavras para quê? Está tudo dito caro Pepin.

Comentar por arqueofuturista

Um francês corajoso!

Só disse a verdade!

“Saludos”

Comentar por Miazuria

Olha o meu amigo Arqueofuturista conhece o génio de Thomas Malthus, apesar de ter desenvolvido um trabalho que claramente não pertence à sua formação. É tão bom saber que nem todos são ignorantes.

Um abraço.

Comentar por Santarém Identitiária

Mas caro amigo, como não poderia conhecer Malthus e o malthusianismo, essa teoria cada vez mais real e assustadora, e que se enquandra perfeitamentena na convergência das catástrofes a que Faye alude?

Comentar por arqueofuturista

Pascal Sevran a visité le Nigéria, et il a vu des cadavres d’enfants à tout les coins de rue, à se demander si ce pays en était vraiment un ou bien un cimetiere.

Par contre les bien pensants français ne ce sont pas indignés de cette condition de l’enfance que l’on laisse crever à même la rue. Il faut savoir que le Nigéria à la plus forte natalité du monde avec une moyen de 9 enfant par femme !

Bef encore un lynchage médiatique de quelqu’un qui dit tout haut ce que tout le monde pense tout bas !

Ce qu’il y a d’amusant dans cette histoire, c’est que de nombreuses personnes ne se sont pas rendu encore compte que le vent est en train de changer et que les citoyen en ont marre de ces leçons de morales, comme dit le proverbe “le carnaval est passé et les cons sont resté” .

Comentar por Jaï bettancourt de carvalho

Effectivement l’ironie de ceci est que les intellos ont été indignées avec les mots de Sevran et non avec la terrible misère au Nigéria dénoncé précisément par Sevran.

Comentar por arqueofuturista

Muita gente ignora, que quando os portugueses chegaram à Africa ficaram muito desorientados vendo que a unìca moeda que existia nesses paìses era simplesmente o trafico de ser humanos que serviam de cambio.

Os primeiros escravos vendidos por os portugueses, e por interresso superior naçional fouram outros portugueses !

A Nigèria hoje em dia continua a ser um paìs onde se pratica o escravagismo, pois eles encrontram-se em sector muçulmano os principais complices do escravagismo europeu.

Seguinte, essas novas ondas de imigração de origem sub-Sahariana tem mais a ver com uma nova forma de exploração de seres humanos do que razões pròpriamente econòmicas, com a complicidade dos loobys esquerdistas europeios.

Comentar por Jaï bettancourt de carvalho




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: