Ignorância ou estupidez? Etno-masoquismo!
Dezembro 10, 2006, 11:28 am
Filed under: Em foco

« África está esgotada por todas as crianças que nascem sem que os seus pais tenham os meios para as alimentar. Não sou o único a dizê-lo. Seria necessário esterilizar metade do planeta. » 

O canal de televisão francês France-2 exige que o apresentador Pascal Sevran se retrate publicamente, apresentando desculpas pelas palavras acima citadas, já que considera as mesmas de carácter racista!    

Globalmente o jornalismo carece de profissionais sérios, pecando pela ora  pela ignorância, ora pela parcialidade, mas percebe-se também que, atolados na auto-flagelação étnica, estes profissionais da comunicação sofrem igualmente da incapacidade de interpretação, ou em alternativa, formatados estão desde a escolinha primária, tudo o que toca a África e que não mencione que os africanos são excelentes maratonistas, que dançam até à exaustão e… de momento não me ocorre mais nada sobre as qualidades dos africanos, dizia, tudo isso lhes cheira a racismo. 

Sempre ouvi dizer que a estupidez ignora-se e que a ignorância se combate, mas confundir racismo com eugenismo, com esterilização compulsiva, com controlo populacional, ou até mesmo desconhecer quem foi Thomas Malthus, enfim, deixa-me na dúvida se estamos perante um efectivo caso de estupidez ou de acentuada ignorância.