Maomé em BD, uma paródia
Dezembro 8, 2006, 10:49 pm
Filed under: Em foco

               

Clicar na imagem para visualisar a banda desenhada.



Uma questão
Dezembro 8, 2006, 7:15 pm
Filed under: Em foco

Existe um país na Europa onde se realizou há uns anos um referendo com vista à mudança na lei eleitoral, tendo 55% dos votantes se mostrado não-favoráveis a tal mudança, sendo que, ainda assim, na Assembleia Nacional 92% dos deputados votaram pela aprovação dessa lei, a qual terminou com o sistema de eleição proporcional e privou, desse modo, mais de 10 milhões de eleitores de serem representados na dita Assembleia. Tudo isto para obstaculizar, ostracizar e, em última análise, destruir um partido nacionalista. 

O Pai Natal será generoso para quem advinhar o nome do país onde se passa tamanha injustiça, esse estado moderno onde vigora esta pseudo-democracia.



Um homem fora do seu tempo
Dezembro 8, 2006, 6:22 pm
Filed under: Em foco

               

Robert Jay Mathews  16 de Janeiro, 1953 – 8 de Dezembro, 1984



A identidade europeia
Dezembro 8, 2006, 6:18 pm
Filed under: Europa, Raízes

A identidade europeia não nasceu na Grécia. Não se pode entender por “identidade europeia” a fusão final de elementos diversos e heterogéneos que tomaram forma ao longo de todo o processo histórico. A identidade europeia não é a soma do passado greco-latino, por um lado, e o passado celto-germânico, por outro, ao qual ter-se-ia acrescentado o cristianismo da Europa medieval, que poderiamos chamar “euro-católico”… A identidade europeia é bem mais antiga, ela é pré-existente a todas as realidades que acabamos de enumerar. Ela é que deu forma sucessivamente ao mundo greco-latino, ao passado celta, germânico e eslavo, sendo que todos estes são simples adaptações históricas do espírito europeu sobre um espaço geográfico concreto e em condições determinadas. Ela é também a força que transformou o judeo-cristianismo numa forma religiosa mais elevada: o cristianismo medieval, mistura de elementos cristãos e pagãos que, durante numerosos séculos, foi a referência espiritual dos Europeus. Hoje, infelizmente, devemos constatar que as instituições das diferentes confissões cristãs na Europa têm a firme intenção de eliminar os elementos correctamente europeus desta síntese e de transformar o cristianismo numa religião igualitária e universalista, conservando fidelidade únicamente à mentalidade religiosa dos povos do deserto, do qual o cristianismo é procedente.

Continuar a ler