Gianfranco Fini: de fascista a filo-islâmico
Novembro 20, 2006, 8:37 pm
Filed under: Hit Parade dos colaboracionistas

O dirigente do partido italiano Alleanza Nazionale, Gianfranco Fini, demonstrou numa recente entrevista a sua verdadeira face de colaboracionista objectivo na invasão e colonização da Europa por massas alógenas. Além de vincar a sua solidariedade com os imigrantes, em particular os extra-comunitários, Fini avançou com a possibilidade “de se ensinar o Corão nas escloas, como matéria facultativa.” Acrescentou ainda “a Itália sofre de um problema demográfico, temos necessidade de imigrantes, os quais são uma oportunidade e não um risco.”



A Guerra Lusitana
Novembro 20, 2006, 7:50 pm
Filed under: Raízes

Em 155 a.C., um numeroso grupo de lusitanos e de vetões, chefiados inicialmente por Púnico e depois por Césaro, atacou as regiões meridionais da Hispânia Ulterior.

Entre 155 e 150 a.C., os combates sucederam-se, sendo frequentemente favoráveis aos Lusitanos. Finalmente, em 150 a.C., uma acção concertada dos governadores da Ulterior e da Citerior permitiu infligir aos atacantes uma pesada derrota que os forçou à paz. Sérvio Sulpicio Galba concedeu aos 30.000 guerreiros Lusitanos 3 locais de residência diferentes, a partir dos quais conseguiu chacinar 8.000, e aprisionou mais alguns milhares.

De onde viriam estes Lusitanos? É sabido que os historiadores romanos frequentemente exageravam nas cifras que transmitiam, pelo que é bastante razoável assumir que estes Lusitanos corresponderiam provavelmente a bandos desorganizados de guerreiros.

Continuar a ler



Ser verdadeiramente socialista uma vez na vida
Novembro 20, 2006, 11:55 am
Filed under: Em foco

Georges Frêche, membro do Partido Socialista e Presidente da região do Languedoc-Rousillon foi acometido por um assomo de honestidade e coragem no recente congresso do PS francês ao insurgir-se perante o facto da selecção de futebol gaulesa ser composta na sua esmagadora maioria por alógenos. «9 de entre eles são negros!», «em breve serão os 11 nessa equipa. Os jogadores brancos deverão ser mesmo uma porcaria! Quando vejo certas equipas de futebol isso aflige-me!». Frêche não se deteve aqui, acrescentando que «três ou quatro seria normal, seria um reflexo da nossa sociedade. Sinto vergonha deste país!» 

Já foi solicitada a sua expulsão do Partido Socialista…