Não se equeçam dos nossos irmãos sérvios perseguidos pelos muçulmanos do Kosovo
Novembro 16, 2006, 10:49 pm
Filed under: Europa

Mosteiros destruídos, túmulos profanados, populações deslocadas, aldeias queimadas, crianças assassinadas… Se a comunidade internacional e os nossos meios de comunicação social permanecem silenciosos sobre o destino dos nossos irmãos sérvios do Kosovo, é o nosso dever gritar a verdade.  

Porque temos consciência que os Sérvios sofrem a opressão das milícias islâmicas que os aterrorizam sob o olhar impassível da comunidade internacional; porque os seus problemas são os nossos; porque o seu presente é talvez o nosso futuro, nós, jovens Europeus, decidimos prestar-lhes a nossa ajuda.  

As crianças são as primeiras vítimas deste drama, é por elas que a realizamos esta iniciativa. Desde há dois anos, por ocasião da celebração do Natal ortodoxo, em Janeiro, que procuramos oferecer brinquedos e vestuário quentes às crianças sérvias de Kosovska Mitrovica e aos seus arredores.  

Queremos que esta ajuda ultrapasse o estricto quadro dos presentes de Natal e desejamos entregar regularmente vestuário, material escolar e tudo aquilo que as famílias sérvias têm necessidade a fim de poder permanecer na sua terra e viver vidas normais e em paz.  

Esta acção não pode ser efectuada sem o vosso apoio. Para organizar estas missões temos necessidade da vossa ajuda.  

Mobilizem-se, mobilizem os vossos amigos, AJUDEM-NOS! 

SOLIDARIEDADE-KOSOVO



Alógeno neo-inquisitorial
Novembro 16, 2006, 7:28 pm
Filed under: Europa

Trevor Phillips, presidente da Comissão para a Igualdade Racial, organização subvencionada através dos impostos dos contribuintes britânicos, recentemente discursou perante uma audiência de representantes religiosos cristãos, reprovando estes por não criticarem publicamente a definição por parte da Direcção do British National Party enquanto partido de filiação cristã, exigindo ainda que os simpatizantes e militantes do BNP sejam interditos de fazerem a comunhão devido aos seus ideais racistas! 

Apesar do sorriso falsamente afável, este alógeno não somente arroga-se no direito de interferer nos assuntos internos da Igreja, como também, no melhor estilo inqusitorial, promove um novo tipo de discriminação, desta feita a discriminação com base na filiação partidária e no  boletim de voto, demonstrando que este individuo é detentor de um distorcido conceito de democracia e de liberdade de expressão, ou talvez não, já que, por certo, será defensor da liberdade de expressão, mas somente para as ideias permitidas.

Não sendo já novidade, ou sequer motivo de espanto, algumas Igrejas de confissão cristã acataram de imediato as ordens emitidas pelo colonizador e estabeleceram programas de combate ao racismo junto dos seus fieis…