Assim vai a nossa Europa
Agosto 27, 2006, 12:02 pm
Filed under: Europa, IMinvasão
  • 44% dos desempregados na capital norueguesa, Oslo, são imigrantes. A nível nacional os imigrantes sem emprego totalizam 22%.
  • Na Grã-Bretanha a imagem do porco foi banida de todas as publicações infantis, assim como das ementas das instituições de ensino.
  • Também na Grã-Bretanha, um parque de diversões estabeleceu um dia só para muçulmanos.
  • Na Itália uma jovem imigrante foi degolada pelo pai.”Matei-a porque vivia com um italiano,era uma P*** e não me obedecia”, afirmou o pai, um imigrante paquistanês, quando foi preso.
  • Em Malta, um polícia que ajudava os imigrantes a desembarcarem ouviu este conselho de um deles: “Cuidem bem desses barcos porque dentro de alguns anos vocês irão usá-los para escaparem de nós!”
  • Em França, milhares de pessoas manifestaram-se em Paris contra uma nova lei de imigração que dificulta a obtenção de autorizações de residência aos imigrantes ilegais.

 Enquanto isso, continuam a chegar barcos carregados de clandestinos à costa espanhola, maltesa e italiana.


3 comentários so far
Deixe um comentário

Nem mais.

E ainda hoje vi na TV, a respeito do derrube de barracas em Lisboa, uma mulher pertencente à Associação Solidariedade Imigrante a dizer que toda aquela situação é triste e lamentável. Acho incrível esta hipócrisia! Se aquelas pessoas, que vieram em busca de melhores condições de vida (e não as censuro por isso), estão a viver em condições infra-humanas a responsabilidade é única e exclusiva dos “humanitários”. Esta ideia de que com a vinda massiça de milhares de alógenos estamos a ajudar o terceiro mundo é completamente falsa! É retirar um grão de areia de um imenso deserto. O problema está lá, nos países sub-desenvolvidos, pois, e usemos a inteligência que é para isso que ela serve, se esses mesmo países fossem super desenvolvidos teriam as pessoas necessidade de os abandonarem?

As pessoas que se revoltem mas deixem-nos, Europeus, em paz.

Saudações!

Comentar por Santarem-Identitaria

Essa mulher que viu, bem como muitos outros portugueses, é uma colaboracionista da invasão e colonização do nosso país, pertencente a um apêndice do BE, partido verdadeiramente interessado na entrada massiça de alógenos por dois óbvios objectivos: o cálculo eleitoralista e a gradual substituição da população autóctone, os portugueses de raíz, por uma massa indistinta e desenraizada, desprovida de referências identitárias, transformada num novo proletariado.

Posto isto, o pretenso humanitarismo esquerdista não é mais do que um encapotado oportunismo da miséria alheia.

Comentar por arqueofuturista

Vamos invadir a Europa, iremos um dia transformá-la em um continente de mestiços, colonização pra falar a verdade, aos pouco chegaremos, a Europa não será branca ou negra, mas sim, mestiça.

Comentar por David Izac




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: